Mais info em www.pedrovieira.net

Mais info em www.pedrovieira.net
Mais info em www.pedrovieira.net

domingo, 27 de abril de 2008

Estratégias para... não agir!

Todos nós possuimos estratégias infalíveis para nos levarem à não acção. É verdade, procrastinação é uma forte especialidade da maior parte dos seres humanos. E toca a quase todos, pois mesmo as pessoas que, por exemplo, possam demonstrar uma capacidade impressionante de entrar em acção no domínio profissional, poderão ter a garagem por arrumar em casa há mais de 2 anos! (Ups, o meu inconsciente traiu-me nesta... é que o tipo da garagem por arrumar sou eu...)

Nos últimos dias tenho falado com muitas pessoas que gostariam, queriam, adoravam, intencionariam apostar mais no seu desenvolvimento pessoal mas não o vão fazer agora porque... (e aqui vêm uma série de "desculpas"). Sei que as situações que apresentam são bem reais... ainda assim, quando queremos muito uma coisa, arranjamos forma de a obter. A vida de todos nós está recheada de exemplos disto!

Mais de 20 pessoas, por exemplo, inscreveram-se já no curso Coaching 4 LIFE no Porto, enquanto cerca de outras duas dezenas decidiram não o fazer por uma ou outra razão, apesar de "quererem" muito. Sempre que alguém quer muito uma coisa e não a faz, estamos perante uma de duas situações:

1. Na realidade, a pessoa não quer assim tanto mas sente que deveria querer (crenças)
2. A pessoa realmente quer e está a procrastinar

Há 7 razões básicas para procrastinar, ligadas com crenças enraízadas, vou deixar aqui as duas ou três com que mais tenho deparado:

a) Não é o timing perfeito, pois tenho muito trabalho e compromissos (a crença de que poderá existir um timing perfeito no futuro é das mais destrutivas que existe, pois impele-nos a adiar decisões importantes para um tempo que na realidade nunca existirá... ou acha que o trabalho e os compromissos vão realmente diminuir?)

b) Não estou ainda preparado, tenho de ler mais sobre o assunto antes (a crença de que podemos dominar melhor o nosso mundo externo se nos prepararmos muito e bem; na realidade a aprendizagem só acontece quando estamos emocionalmente conectados, quando estamos presentes; é como o atleta que se quer preparar para uma grande competição sem competir nunca antes)

Tome decisões apaixonadas e viva uma boa vida!

Sem comentários: