Mais info em www.pedrovieira.net

Mais info em www.pedrovieira.net
Mais info em www.pedrovieira.net

segunda-feira, 21 de abril de 2008

Fire Eating!

No passado sábado, num evento de apresentação da LIFE Training na Costa da Caparica, cerca de 30 pessoas acederam ao desafio de... engolirem fogo!

O fogo desperta naturalmente em nós um medo primitivo, cultivado ao longo de toda a nossa vida. "Não brinques com o fogo", "o fogo queima", e as nossas próprias experiências físicas (quem não colocou um dedo num fósforo aceso, atraído pela beleza da chama?) apontam todos no mesmo sentido: o fogo não é para colocar dentro da boca!

Assim, quando a nossa mente tem pela frente uma bela tocha acesa, pensa o quê?

No meu caso, lembro-me bem do meu pensamento na primeira vez que me coloquei nessa situação: "A chama tem cerca de 15cm de altura, a minha boca aberta não deve ter mais de 7 ou 8, não sei se isto vai acabar bem..."

Felizmente o grande Steve Linder tinha preparado bem o meu inconsciente antes do exercício... As minhas crenças estavam já debilitadas por esta altura e quase prontas a cederem. O Steve fez o resto com um simples olhar confiante e um pequeno acenar de cabeça. Engoli o fogo! Foi lindo e guardo essa sensação comigo.

Sempre que me deparo com uma situação na vida em que tenho de ultrapassar sensações de medo para alcançar um objectivo querido, penso no fogo, na tocha e no Steve.

Cada um de nós, recorrendo às suas experiências pessoais, pode encontrar momentos de coragem no seu passado (certamente muitos de coragem bem superior à de abocanhar uma tocha a arder!) e apelar a eles nos momentos em que mais precisa! Ou então focar-se em momentos em que o medo dominou e impediu a progressão. Ambas são estratégias poderosas e eficientes! Qual vai escolher quando estiver perante os fogos da vida?

Sem comentários: