Mais info em www.pedrovieira.net

Mais info em www.pedrovieira.net
Mais info em www.pedrovieira.net

sexta-feira, 17 de julho de 2009

Saber parar...

Uma das coisas que mais prezo na minha vida hoje em dia, é conseguir momentos para parar...

Quando paramos (isto é, quando nos damos a possibilidade de durante alguns minutos, horas ou até dias, não estarmos mergulhados em nenhuma actividade dita "normal") podemos tranquilamente dissociar-nos (técnica que consiste em abandonar metaforicamente o nosso corpo e observarmo-nos como fariamos com uma segunda pessoa) e assim perceber claramente onde estamos e para onde vamos se continuarmos a utilizar as estratégias actuais.

São os momentos em que podemos fazer novas escolhas, seguir novas direcções, ou seja, MUDAR!

Há vários tipos de paragens ou pausas...

1) As de alguns minutos (são boas antes de momentos importantes, como reuniões estratégicas) em que respiramos fundo, nos relembramos dos nossos objectivos e observamos as nossas emoções. Uma técnica fundamental para enfrentarmos os momentos determinantes do nosso dia na plena posse de todos os nossos recursos!

2) As de algumas horas (podem acontecer num fim-de-semana ou num dia de folga, p.ex.) em que pegamos num papel e fazemos um pequeno esquema representando as nossas tarefas e a forma como se ligam aos nossos objectivos. É uma situação perfeita para fazer ajustamentos e alterar prioridades diárias.

3) As de alguns dias (um retiro, umas férias, uma licença) em que vamos mais fundo na exploração do nosso propósito de vida e consideramos a possibilidade de fazer mudanças de fundo nos nossos relacionamentos, carreira, finanças, saúde, alimentação, etc.

Gosto muito de ajudar outras pessoas a criarem estes momentos e, às vezes, estando mesmo profissionalmente presente. As pausas tipo 2 e 3 bem podem acontecer num workshop de final de dia ou num curso mais longo tipo os que oriento na LIFE Training ;-)

Quando vai fazer HOJE uma pausa para se dissociar?

1 comentário:

mi@mara disse...

Achei interessante este texto...
O meu problema não está em dissociar mas sim no facto de conseguir ter diversos pontos de visto sobre uma só questão! Sendo assim, dou por mim algumas vezes, mais perdida depois do que à partida!!!