Mais info em www.pedrovieira.net

Mais info em www.pedrovieira.net
Mais info em www.pedrovieira.net

terça-feira, 28 de setembro de 2010

Como alcançar a superação?

Uma das coisas que me fascina é a capacidade de superação revelada por algumas pessoas em situações diversas, do trabalho ao desporto, da família ao desenvolvimento pessoal. De onde vem a competência de continuar onde os outros desistem? É algo com que se nasce? Treina-se? Depois de ter observado esta questão ao longo dos últimos anos, as primeiras respostas começam a ficar claras!

1) A superação desenvolve-se fortemente durante os primeiros anos de vida. O estímulo positivo que as crianças recebem dos pais e educadores em função do seu esforço e dedicação (mais do que em função do resultado) são poderosas âncoras que serão activadas continuamente durante a adolescência e idade adulta. Quando observamos crianças de 5/6 anos podemos já observar grandes diferenças em termos de capacidade de entrega à resolução de problemas, persistência perante o insucesso e capacidade de ir mais longe (querer fazer puzzles com mais peças, contas matemáticas mais complexas, desenhos mais elaborados, etc). Aparentemente (vários estudos publicados na última década apontam neste sentido) existe uma correlação estatística forte entre estas capacidades e os estímulos recebidos. Dica para os pais… trocar o “parabéns pelo resultado” pelo “parabéns pelo esforço”.

2) A superação treina-se com… superação! Grandes exemplos e histórias pessoais de superação assentam normalmente num historial de “mini-superações”. O ultramaratonista que corre centenas de quilómetros habituou-se a superar-se quilómetro a quilómetro! O vendedor que consegue superar 50 nãos consecutivos, habituou-se a superá-los um a um. Qualquer corrida começa com o primeiro passo. Ora, muitas vezes, o foco vai direitinho para a dificuldade de completar a corrida em vez de ir para a facilidade de dar o próximo passo.

3) A superação transmite-se. Quando nos aproximamos de pessoas que criaram o hábito de querer e fazer mais e melhor, deixamo-nos influenciar e inspirar, buscando superação também na nossa vida. É raro encontrar casos excepcionais de superação de pessoas que estão rodeadas de grupos que desincentivam o esforço e a crença na possibilidade de concretização de objectivos ambiciosos.

Ou seja, se quer superar aquilo que já fez até agora… Treine e rodeie-se de pessoas positivas e dedicadas ao seu próprio desenvolvimento. Se recebeu estímulos positivos na sua infância… tanto melhor!

1 comentário:

Alexandre Caramez disse...

Poderia deixar o tão usado: "Isso mesmo...", no entanto é algo mais que quero transmitir.
Estou muito grato pelas enormes aprendizagens que contigo tenho adquirido: a "superação" é uma delas; no meu recente, curto e intensivo percurso de desenvolvimento pessoal é fantástico a exponencial com que vivo HOJE a minha VIDA!
Muito bom...