Mais info em www.pedrovieira.net

Mais info em www.pedrovieira.net
Mais info em www.pedrovieira.net

quarta-feira, 26 de janeiro de 2011

Quando o consciente confia no inconsciente

Imagine por uns instantes que o seu sistema é como uma grande biblioteca, cheia de livros repletos de informação. A biblioteca está às escuras, e os livros, aproveitando o silêncio e a calma escuridão, vão trocando informação entre si, aproveitando a sabedoria mútua para lidarem com os seus problemas.

Eis que surge uma lanterna, que se acende e começa a iluminar um dos livros. Surpreendido por estar agora no centro do foco luminoso, o livro tenta resolver os problemas acedendo apenas à sua própria informação, subitamente desvalorizando os murmúrios que lhe chegam dos livros mais próximos. Encadeado pela luz, tem dificuldade crescente em confiar na informação que lhe chega da penumbra. Acaba por decidir calá-la e acreditar apenas nas suas próprias respostas.


O foco, porém, é instável e vai vagueando até outros livros. À sua vez, cada um deles sofre o efeito do encadeamento, "cortando" momentaneamente relação com os companheiros de estante, temporariamente deixados fora da luz.

As respostas geradas por este sistema tenderão a ser empobrecidas pela informação exígua que é utilizada. Se, ao invés, o livro iluminado tivesse a confiança necessária para confiar naquilo que lhe vai chegando dos confins da biblioteca, acreditando, mesmo sem conseguir ver... Então o sistema seria mais completo, integro e eficiente...

Confia no seu inconsciente? Confia na intuição? Tem que ver para crer? Consegue valorizar os processos sentimentais, compreendendo que são mais lógicos que os lógicos? Consegue valorizar os processos lógicos, compreendendo que são mais sentimentais que os sentimentais?

Chegados a meio da 5.ª Certificação de Practitioner em PNL, estamos prestes a revelar o poder da biblioteca, unindo a sua sabedoria para gerar resultados! Isso mesmo...

1 comentário:

Ricardo Peixe disse...

"Felizes aqueles que acreditam sem ver..."