Mais info em www.pedrovieira.net

Mais info em www.pedrovieira.net
Mais info em www.pedrovieira.net

terça-feira, 15 de fevereiro de 2011

Manual do Manipulador - Parte 3



Depois da MENTIRA e da MENTIRA POR OMISSÃO, chega este Manual à terceira estratégia do MANIPULADOR!

Quando confrontado com factos ou intenções que podem afastá-lo dos seus objectivos de imposição à VÍTIMA de determinados comportamentos, o Manipulador utiliza frequentemente a NEGAÇÃO. Esta importante estratégia, foi descrita por Sigmund Freud como "um mecanismo defensivo, em que alguém confrontado com um facto que é demasiado desconfortável, opta por negá-lo".

A NEGAÇÃO é um importante mecanismo pois, por contraposição à aceitação, impede que a Vítima desenvolva o seu raciocínio num ambiente de consenso.

-"Tu acusaste-me injustamente e fiquei a sentir-me muito mal com isso".
-"Não, eu não te acusei".

Ao negar a acusação, o Manipulador fica em excelente posição para ignorar a parte mais relevante (o facto de a vítima se ter sentido mal) e focar-se posteriormente na suposta falta de veracidade dos factos apontados. Esta estratégia é tão mais poderosa quanto menos específica e sensorial for a descrição dos factos. Por exemplo, na situação descrita, a Vítima utilizou uma descrição especulativa ("tu acusaste-me") em vez de uma descrição sensorial ("tu disseste X"), o que favorece a ação do Manipulador!

A NEGAÇÃO pode ser utilizada com diferentes variantes:

Negação Simples
"Isso não é verdade"

Minimização - aceitar o facto e negar a sua importância
"Disse isso, mas não teve importância, lá estás tu a exagerar"

Projecção - aceitar o facto e a importância, negando a responsabilidade
"De facto isso foi uma acusação séria, mas quem a fez foi o fulano Z, eu só repeti o que ele me disse"

Através da NEGAÇÃO, o Manipulador consegue frequentemente inverter o sentido da conversação, fazendo o diálogo centrar-se na Vítima que acabou de dizer algo que não é verdade, afastando o foco dos factos com que é confrontado.

Divirta-se no dia de hoje a reparar nas NEGAÇÕES que os outros lhe oferecem e explore quais as intenções presentes. E, claro, divirta-se também a analisar as suas próprias NEGAÇÕES! (ah, mas eu nunca utilizo esta estratégia da NEGAÇÃO... lol)

Sem comentários: