Mais info em www.pedrovieira.net

Mais info em www.pedrovieira.net
Mais info em www.pedrovieira.net

terça-feira, 12 de julho de 2011

Inteligência e Saúde

Na literatura cientifica é comum designar por "g" a inteligência. Não se trata aqui de uma inteligência específica (como a lógica-matemática, a linguística ou a motora) e sim a inteligência "geral" (ou utilizando uma palavra de que gosto... a inteligência "transcontextual").

Li hoje com atenção uma série de estudos (de investigadores de reputadas universidades nos Estados Unidos e Suécia) que mostravam claras correlações estatísticas entre a tal inteligência "g" e o nível de saúde mental e física.

Em palavras simples, os testes de inteligência realizados a crianças em idade escolar (tipicamente, 10-11 anos) permitem determinar que crianças mais "inteligentes" têm:

* menor probabilidade de vir a sofrer de perturbações mentais
* menor probabilidade de virem a sofrer de doenças físicas originadas em fracas escolhas comportamentais
* menor probabilidade de virem a sofrer de acidentes físicos (como de viação, p.ex.)
* menor probabilidade de virem a ser vítimas de assaltos e outras formas de violência

Os investigadores apontam uma série de razões para estas ligações.

Qual acha ser o mecanismo principal que explica este conjunto de evidências?

Obrigado por partilhar a sua opinião!

2 comentários:

Telmo Abreu Silva disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blogue.
Pedro Vieira disse...
Este comentário foi removido pelo autor.