Mais info em www.pedrovieira.net

Mais info em www.pedrovieira.net
Mais info em www.pedrovieira.net

quarta-feira, 6 de julho de 2011

Quando a Política é Dominada pelas Finanças

Há algumas décadas começou-se a falar das duas "metades" do nosso cérebro e foi-se fazendo um mapeamento funcional que parecia indicar que o lado esquerdo do cérebro albergaria as funções mais racionais e lógicas, ao passo que o lado direito teria funções mais "emocionais". Descreveram-se (e escreveram-se) longos tratados sobre "o cérebro direito e o cérebro esquerdo". Ainda hoje muitos autores fazem referência a esta divisão funcional.

À luz da investigação mais recente, podemos talvez considerar esta partição mais uma metáfora do que outra coisa. Ainda assim, em alguns momentos a metáfora é de grande utilidade: lógico vs sentimental, mental vs emocional...

Tudo isto a propósito do interesse debate que tem atravessado a nossa sociedade nas últimas semanas e meses. O que fazer face à situação económica do país? E a situação é mesmo económica ou é política?

A Política é "cérebro direito ou esquerdo"? A mim parece-me mais sentimental e emocional, assente em opções (nem sempre baseadas em lógica...), valores pessoais e crenças!

E as Finanças? A mim parecem-me claramente do foro lógico, certo?

Há algumas semanas, ouvi o ex-presidente Mário Soares dizer que a situação actual derivava do caminho seguido pela Europa nos últimos anos, com os Financeiros a dizerem aos Políticos o que dizer. Soares afirmava que, na sua opinião, teriam que ser os Políticos a dizer o que fazer aos Financeiros! Que é como quem diz, deveria ser o Cérebro Emocional a dar inputs ao Cérebro Racional... A mim pareceu-me bem!

Desafio-o, caro leitor, a olhar para a situação económica desta forma, questionando aquilo que nos são apresentadas como supostas regras de eficiência económica e de mercado e considerando a possibilidade de a Política (que também considera a Emoção, a Paixão e, porque não, o Amor) tomar as rédeas da situação.

Como Economista, fiquei muito satisfeito quando há uns dias a minha mãe me mostrou um pequeno livro, publicado em França, com um manifesto subscrito por 640 dos mais brilhantes economistas franceses em que são postas em causa as actuais "regras financeiras" da Europa! Para ler e saborear!

Pareceu-me um grande exemplo de COLABORAÇÃO entre dos dois "hemisférios cerebrais"!

1 comentário:

FM disse...
Este comentário foi removido por um gestor do blogue.