Mais info em www.pedrovieira.net

Mais info em www.pedrovieira.net
Mais info em www.pedrovieira.net

segunda-feira, 26 de dezembro de 2011

Labirintos e níveis de linguagem



Ontem, estimulado por um dos leitores da minha página do Facebook (obrigado, Jorge), fiquei mesmo com vontade de escrever um pouco sobre níveis da linguagem na interpretação de mensagens, histórias e metáforas.

O que despoletou esta discussão foi a frase "se queres descobrir a melhor forma de sair de um labirinto, eleva-te acima dele". Escrevi a frase, como muitas vezes faço no ambiente Facebook com um propósito multinível, ou seja, permitindo interpretações e potenciais aprendizagens em vários níveis da linguagem.

Fiquei inicialmente fascinado com o potencial da comunicação multinível lendo livros de Milton Erickson e assistindo ao vivo aos aparentes milagres transformacionais da comunicação de Steve Linder, Michael Carroll e John Grinder. Estas técnicas aprendem-se nos cursos de Programação Neuro Linguistica e, quem me conhece, sabe que adoro comunicar utilizando o multinível!

Este tipo de comunicação assenta no facto de, uma vez sujeito à recepção de determinada comunicação oral ou escrita, o inconsciente do receptor iniciar um processo de atribuição de significado ao conjunto de palavras recebidas (e que podem, ou não, constituir frases bem-formadas). Estes significados podem ser encontrados em número múltiplo, apesar de conscientemente poder ser atribuído apenas um significado (de acordo com as várias correntes da linguística, o significado mais provável ou o mais adequado ao contexto). Ora, de acordo com o conhecimento empírico da hipnoterapia, por exemplo, os "outros" significados continuam a ser processados (sobretudo se a frase, história ou metáfora contiver ambiguidade) o que permite muitas vezes que aconteça a transformação!

Vamos ao exemplo:
"se queres descobrir a melhor forma de sair de um labirinto, eleva-te acima dele"

Nível 1: se estiveres fisicamente num labirinto, se conseguires elevar-te acima dele (por exemplo trepando uma das paredes do labirinto, ou usando uma escada, ou saltando) portas ter uma visão mais ampla dos caminhos possíveis, localização da saída, etc, o que te facilitará a missão de sair do labirinto

Nível 2: se estiveres numa situação física que possa ser comparada a um labirinto (perdido numa montanha, floresta, cidade desconhecida) se conseguires subir e alcançar um ponto de observação mais alto, poderás beneficiar desta nova observação e encontrar mais facilmente a saída


Nível 3: se estiveres numa situação física que possa ser comparada com um labirinto embora sem possibilidade de observação de ponto mais alto (por exemplo perdido num prédio de escritórios ou num centro comercial) podes procurar uma perspectiva mais elevada através da consulta de um mapa, por exemplo

Nível 4: se estiveres numa situação emocional que possa ser metaforicamente representada por um labirinto (por exemplo na tua relação amorosa, no teu trabalho) podes usar meios diversos para alcançares uma perspectiva mais elevada (perguntar a outras pessoas, ler livros sob o assunto, meditar, aprender técnicas dissociativas, etc)

Nível 5 e seguintes: bem, estes vais ter de descobrir. O comunicador multinível, quando desvenda alguns dos níveis mais profundos da sua comunicação, deixa normalmente os níveis mais profundos em aberto para que esta poderosa forma de comunicação continue a produzir poderosos resultados para... O leitor!

quinta-feira, 22 de dezembro de 2011

2012 aí à porta!

E cá estamos mais uma vez na altura do ano em que, estatisticamente, mais pessoas fazem o balanço dos últimos meses da sua vida e preparam os próximos. Chamem-lhes objetivos, metas, sonhos ou fantasias... o que é mais importante para mim é poder assistir ao que de facto muda na vida de cada um quando se entrega a um exercício deste género.

Como muitos sabem, este assunto é tão interessante para mim, que criei o método SPIDER de definição de objetivos e partilhei-o, ao longo dos 2 últimos anos, com dezenas de milhares de pessoas (através do livro, recentemente publicado em nova versão pela Editora Pergaminho e também através de muitas e muitas formações, seminários, palestras e workshops). Nesta bela aventura SPIDER tenho contado com o precioso auxílio e compromisso de toda a equipa de LIFE Training.


Definir objetivos através do método SPIDER garante um envolvimento dos poderosos recursos emocionais, tornado os objetivos irresistíveis.

Assim, para 2012, antes de mais, desejo-lhe um forte e poderoso compromisso para com os 30 minutos que vai utilizar a definir objetivos. Marque agora na sua agenda esse momento e garanta que pelo menos uma pessoa emocionalmente significativa vai estar presente.

Ainda há uns dias recordei um destes momentos, em conjunto com a minha companheira, em que defini poderosos objetivos. Aconteceu em Agosto de 2007 e, passados 4 anos e meio posso afirmar que a maior parte dos objetivos... não se concretizou! Muito mais importante do que isso foi que se concretizaram as intenções que existiam por trás dessas metas... Estou mesmo grato por ter dedicado aquela tarde a criar o meu futuro!

Que 2012 seja para si um ano verdadeiramente SPIDER!