Mais info em www.pedrovieira.net

Mais info em www.pedrovieira.net
Mais info em www.pedrovieira.net

quarta-feira, 9 de janeiro de 2013

Vida Mágica - lição 5

Está na hora de partir. De onde estamos para onde queremos estar. Para o fazermos de forma verdadeiramente mágica, há que aprender a usar um dos pequenos grandes truques da magia...

Quando nos equipamos com as nossas INTENÇÕES, definimos um novo ponto, um novo local, um novo Universo. Gosto de lhe chamar o Universo alternativo a que queremos aceder. Este Universo é ligeiramente diferente do atual, pois nele as nossas intenções estão já materializadas. Quando colocamos o nosso foco nesse ponto futuro, por definição também criamos um estado de falta no ponto atual. Explico com um exemplo.

Imagine que define como intenção encontrar o amor da sua vida, ou emagrecer 10 quilos, ou ganhar mais 1000 euros por mês, ou encontrar um emprego de sonho.
Quando define esta intenção está a dizer que consegue conceber um mundo em que já tem essa intenção materializada.
Por comparação, também está a dizer que o seu mundo atual não tem essas coisas.
Esse sentimento pode até já estar muito presente (não tenho o amor, tenho 10 quilos a mais, ganho menos 1000 do que o que queria, não encontrei o emprego dos meus sonhos).
 Colocando o seu foco na falta que estas coisas lhe fazem, está a mobilizar os seus recursos em direção à... falta! Focar na falta atrai mais falta!

O que fazer? Como ultrapassar esta aparente contradição? Conheço muitas pessoas que se esforçam durante anos, lutando arduamente, para eliminarem esta falta da sua vida, atraindo sempre mais e mais falta!

Chegamos ao cerne desta lição 5. Para ultrapassar a falta vamos eliminá-la logo à partida, ativando um importante programa - a aceitação. Prepare-se para o exercício! Leia atentamente todos os passos e depois faça o exercício com os olhos fechados, lenta e pausamente. Aproveite para relaxar!

Exercício

1. Encontre o seu CENTRO, conforme trabalhado na lição anterior.
2. Respire calmamente, traga relaxamento progressivo a todo o seu corpo.
3. Repita internamente "a minha vida é perfeita como está, tudo o que experienciei até hoje na minha vida permitiu-me aprender o que tinha de aprender para chegar até aqui".
4. Observe a sensação de Aceitação e como se manifesta ao nível do corpo e do pensamento.

Este exercício, sendo muito simples, é imensamente poderoso. Poderá sentir dificuldades em aceitar o mantra que lhe proponho. Se para si fizer pouco sentido aceitar que a sua vida é perfeita, então estará a reconhecer que há coisas que lhe faltam para que possa fazer ser perfeita. Só que a sua vida, agora, é o que é! Apenas pode ser alterada no futuro! Ao aceitar a perfeição do presente prepara-se realmente para poder começar a criar coisas diferentes em vez de criar mais falta! Se necessário, releia a lição ou discuta-a com um amigo. Se for importante, coloque questões na minha página do facebook. E lembre-se, aceitar é um sinal de poder, não de resignação! É um sinal de que está tudo bem e de que pode criativamente focar os seus RECURSOS, com o seu CENTRO bem ativo, na materialização das suas INTENÇÕES!

Faça magia! 

5 comentários:

Anónimo disse...

Este vai dar trabalho :)
Monica

Gerbera Azul disse...

Isso quer dizer que nunca devemos desejar nada? Se me focar em arranjar emprego quer dizer que posso não o conseguir porque me estou a focar na falta dele... Como defino e persigo assim o meu ponto B? Ou como contrario essa tendência? Obrigada Pedro

Sandra Nery disse...

Esta lição não é facil.
Mas afinal se não aceitar que esta é a vida que tenho e que - ao seu modo - é perfeita (pois é resultado de um caminho de aprendizagem feito por mim e resultante das que foram sendo as minha opçoes) para eu seguir um rumo agarrando-a em tudo o que ela tem. O que me restará ... vegetar? deixar correr? Não !!!!!!!!! Eu vou fazer a magia acontecer "So help me Pedro"...

Pedro Vieira disse...

Excelentes questões estas! Dizer que a minha vida é perfeita agora é diferente de dizer que vai ser sempre perfeita assim! Dizer que a vida é perfeita é só uma prática do princípio da aceitação. A nossa vida, agora, é o que é. Não o aceitar é ser incapaz de alterar o que quer que seja. Se não aceitarmos onde estamos, como nos movimentamos para um sítio diferente? Estou estimulado a fazer um vídeo a explicar isto um pouco melhor. Obrigado pela inspiração!

Célia Santos disse...

Sim, vou ficar a aguardar esse video. Obrigada pela resposta. Célia (antes estava como gerbera Azul)